Símbolos do Caminho de Santiago

O Caminho de Santiago é um percurso marcado por histórias milenares e por tradições que têm sido preservadas ao longo dos tempos. Assim, são imensos os símbolos que povoam o Caminho de Santiago e cujo significado nem sempre é compreendido por aqueles que o palmilham. Assim, neste artigo vou dar-te a conhecer os principais símbolos do Caminho de Santiago.

Vieira

vieira simbolos
Vieira

A vieira é um dos principais símbolos do Caminho de Santiago. Porém, a sua origem remonta aos tempos anteriores à descoberta do túmulo de Santiago. Antes de existirem os Caminhos de Santiago, já era tradição peregrinar até ao Cabo de Finisterra, para ver o “fim da terra”. Os peregrinos traziam então a vieira, um marisco típico da região, como prova de terem concluído a peregrinação.

Quando o Caminho de Santiago começou a ficar popular, a vieira tornou-se num símbolo oficial e só podia ser adquirida no Cabo de Finisterra.

Porém, como muitos peregrinos chegavam à catedral já doentes, a venda das vieiras passou a ser permitida na cidade Santiago de Compostela. Mais tarde, a venda alargou-se a todo o Caminho, e a vieira tornou-se num dos símbolos oficiais do peregrino. Há ainda uma lenda onde se conta que a barca em que vinha Santiago se perdeu numa tempestade, tendo atracado em Iria Flaviae repleta de vieiras.

Uma versão mais metafórica diz que os sulcos radiantes da vieira representam as múltiplas rotas jacobeias que, apesar de se iniciarem em pontos distintos, convergem num ponto comum, a Catedral de Santiago de Compostela.

Cruz de Santiago

Cruz de Santiago símbolo
Cruz de Santiago

A Cruz de Santiago é um dos principais símbolos do Caminho de Santiago. Corresponde ao emblema utilizado pela Ordem dos Cavaleiros de Santiago durante o século XII. É uma cruz vermelha que simula um lírio com a ponta em forma de espada. A espada representa o caráter nobre do apóstolo e alude à forma como este foi martirizado em Jerusalém. Diz-se também que a cruz simboliza o apóstolo Santiago que, com a espada, auxilia os cavaleiros da Ordem de Santiago durante os combates da Reconquista Cristã.

Ano Jacobeu

ano jacobeu
Ano Jacobeu

O Ano Jacobeu acontece sempre que o dia 25 de julho calha a um domingo. Foi definido pelo Papa Calisto II e é considerado um ano especial, com benções e privilégios especiais para os peregrinos. O mais conhecido é a benesse da indulgência, a partir da qual os peregrinos veem os seus pecados perdoados. O Ano Jacobeu é celebrado em períodos de 6, 5, 6 e 11 anos. O último foi em 2021 e os próximos serão em 2027, 2032 e 2038.

Seta amarela

seta amarela simbologia
Seta Amarela

A seta amarela é, provavelmente, o símbolos do Caminho de Santiago mais popular e talvez seja até o mais recente. A primeira seta foi pintada por Elías Valiña, um padre espanhol que decidiu sinalizar o Caminho de uma forma que fosse suficientemente vistosa. Hoje em dia, as setas amarelas estão presentes em praticamente todos os Caminhos e tornaram-se num símbolo universal para os peregrinos. Em Portugal, a primeira seta amarela foi inscrita na freguesia de Cossourado, em Paredes de Coura.

Credencial de Peregrino

credencial de peregrino
Credencial de Peregrino

A Credencial do Peregrino é um documento que comprova que estamos a realizar o Caminho de Santiago e que nos identifica como peregrinos. Durante a Idade Média, os peregrinos utilizavam um documento de salvo-conduto para os identificar como peregrinos de Santiago. Este documento deu origem, mais tarde, à Credencial de Peregrino. Podes ler mais sobre a Credencial do Peregrino neste artigo.

Compostela

compostela
Compostela

A Compostela é um documento escrito em latim que se pode obter em Santiago de Compostela, no final da peregrinação. Este documento confirma que a peregrinação foi concluída. É necessário percorrer, no mínimo, 100 km a pé ou 200 de bicicleta, para se ter direito à Compostela. Podes ler mais sobre a Compostela neste artigo.

Cabaça

cabaça simbologia do caminho
Cabaça

A cabaça é um símbolo do Caminho de Santiago cujo uso tornou-se obsoleto. Era utilizado durante a Idade Média como forma de transportar água. Geralmente, pendurava-se junto ao cajado.

Cajado

Cajado simbologia do caminho
Cajado

O cajado é um antigo símbolos do Caminho de Santiago. Simboliza o terceiro pé do peregrino e remete para a Santíssima Trindade. Na Idade Média, os cajados eram feitos de madeira de aveleira e castanheira, devido à sua resistência e peso. Hoje em dia, utilizam-se bastões modernos, como auxílio durante a caminhada.

Mariola

Mariola simbologia do caminho
Mariola

Ao longo do Caminho é comum encontrar um conjunto de pedras muito direitinho. Além de simbolizarem o caminho correto, a mariola têm também um sentido metafórico. Estas pedras personificam problemas e coisas negativas que os peregrinos querem “deixar para trás”. Assim, o peregrino vai-se “libertando” ao longo do Caminho, ao mesmo tempo que se vai purificando.

Procuras inpiração para fazer o Caminho de Santiago?

Depois da minha aventura no Caminho de Santiago, acabei por escrever um livro sobre esta jornada. Vivi tantas experiências enriquecedoras e conheci pessoas tão inspiradoras, que achei que esta história não podia ficar guardada só para mim. Neste livro partilho as peripécias que vivi, e que até me levaram, imagine-se, a adotar este patudo!

Livro Santiago - A história inusitada de uma rapariga e um cão pelo Caminho de Santiago

Estás a planear fazer o Caminho de Santiago?

Deixo-te aqui uma sugestão para organizares a tua jornada no Caminho de Santiago. Este é um e-book que eu escrevi, baseado na minha experiência, onde poderás encontrar todas as informações práticas, dicas e sugestões para fazeres o Caminho Central Português. São 68 páginas de informação! Espero que te seja útil 🙂

Guia de Viagem – Santiago de Compostela, Caminho Central Português

Outros artigos que te podem interessar:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top