Meios de transporte no Egito – Qual a melhor opção

O Egito tem boas ofertas em termos de meios de transporte entre diferentes pontos do país. As principais cidades têm aeroporto, o que facilita imenso para aqueles que têm o tempo contado. Para quem está mais folgado em termos de tempo, o comboio pode ser uma boa opção. As linhas ferroviárias são bastante razoáveis e o comboio é o principal meio de transporte utilizado entre os locais. Neste artigo vou resumir os principais meios de transporte no Egito, bem como mostrar-te qual a melhor opção para a tua viagem.

Avião – o meio de transporte mais confortável

A Egypt Air é a principal empresa aérea do país. Fonte

Vamos começar por aquele que é o meio de transporte mais utilizado por entre os turistas – o avião. O Egito é um país que, em termos de conexões aéreas, está muito bem servido. As principais cidades do país têm aeroporto – Cairo, Alexandria, Hurghada, Luxor, Aswan e Sharm El Sheik. Para quem tem poucos dias de férias, fazer algumas ligações de avião pode ser uma boa solução.

Os voos são maioritariamente operados pela Egypt Air e os preços rondam os 50 euros por viagem.

Mas atenção que, em alguns casos, pode não compensar. Entre algumas cidades (por exemplo Luxor e Aswan ou Aswan e Sharm El Sheik) não existem voos diretos. É sempre necessário fazer uma escala no Cairo. O ideal é organizares o teu roteiro de maneira que não tenhas de fazer escala, para não perderes muito tempo.

Comboio – o meio de transporte mais utilizado

Egyptian Railways é a empresa ferroviária do país. Fonte

O comboio é a opção mais confortável para viajares no Egito, depois do avião. As linhas ferroviárias têm boa cobertura no país e há dezenas de ligações por dia para o mesmo trajeto. Os comboios fazem ligação entre as principais cidades do Vale do Nilo, desde Aswan, no sul, até Alexandria, no delta.

A companhia que gere os comboios é a Egyptian Railways. Os bilhetes podem ser comprados online ou nas estações de camionagem (tanto no guiché como nas máquinas de venda automática).

Contudo, não há comboios a operar nas zonas de Sharm El Sheik, Hurghada e o deserto. Nestas regiões terás de recorrer a outro meio de transporte.

Por entre o vasto mundo da ferrovia, há vários tipos de comboios disponíveis e convém perceberes a diferença entre eles. Aqui vai um resumo dos principais tipos de comboio que vais encontrar no Egito e das suas características.

(Quando consultas os comboios no site da Egyptian Railways, há uma coluna com uma sigla que corresponde ao tipo de comboio)

Sleeper

Os comboios Sleeper fazem a ligação entre Cairo, Luxor e Aswan. Surgiram depois dos atentados terroristas de 2019, numa tentativa de “proteger” os turistas. Estes comboios são bastante caros e, por isso, são praticamente utilizados apenas por estrangeiros. O bilhete custa cerca de 65€ e inclui jantar e pequeno- almoço, num comboio com camaratas, que podem ser privadas ou partilhadas.

Special Service OD

O Special Service OD é o tipo de comboio que está imediatamente abaixo do Sleeper em termos de conforto. É aquele que os egípcios chamam de serviço VIP. Tem 1ª e 2ª classe e com ar condicionado. Normalmente, um bilhete para a 1ª classe entre Aswan e Cairo custa cerca de 15€.

Speed AC Spanish

De seguida temos os Speed AC Spanish. Estes têm ar condicionado e lugares reservados mas as condições no geral estão um pouco abaixo do modelo anterior. Um bilhete entre Aswan e o Cairo deverá custar menos de 10€.

Ordinary Trains

Os Ordinary trains são a classe mais baixa. Não existe 1ª classe, apenas 2ª e 3ª. Também não tem ar condicionado e não há lugares reservados. Um bilhete entre Aswan e o Cairo custa menos de 5€.

Dicas úteis

  • Se alguém te disser, no guiché, que não podes comprar um bilhete para um comboio Special Service OD ou Speed AC Spanish, não acredites. Por vezes tentam ludibriar os turistas para que estes paguem o bilhete mais caro e viajem apenas no Sleeper. Se tal te acontecer, tenta comprar o bilhete nas máquinas de venda automática ou no website. Em último caso podes sempre pedir ajuda a um local.
  • Eu fiz a viagem entre Aswan e Cairo de Special Service OD e não tenho nada a apontar. Viajei em primeira classe, por 15€, e achei a viagem confortável para os padrões locais. Os assentos eram espaçosos e confortáveis, com a possibilidade de reclinar. Dentro do comboio havia serviço de bar, onde havia refeições quentes.
  • Contudo, se quiseres mais informações sobre os comboios no Egito, consulta o site do Seat61 (link). Aqui podes encontrar informação prática sobre todos os comboios do mundo.

Autocarro

A Go Bus é a principal empresa de autocarros utilizada no Egito

O Egito desenvolveu-se em torno do Nilo e, por isso, investiu-se muito mais em barcos e cruzeiros do que propriamente em estradas de alcatrão. As estradas no Egito não são as melhores e as viagens podem ser muito chatas, de tantos solavancos.

A empresa de camionagem mais conhecida é a Go Bus. Esta empresa faz ligação com praticamente todas as cidades, exceto Aswan e a zona do deserto. Os bilhetes podem ser comprados na estação de camionagem ou a partir do site (link).

Também nos autocarros há várias classes – Os mais confortáveis são os da classe Aero, com grandes e confortáveis assentos, bastante reclináveis, televisão, e snacks incluídos. De seguida temos o modelo Elite, cujos bancos não são tão confortáveis, seguidos dos Deluxe (similares aos nossos autocarros em Portugal) e, por fim, o modelo Classic, o único que não tem ar condicionado. O ideal é viajar em classe Aero ou Elite.

Dicas úteis

  • Na maioria das vezes existe um rapaz responsável por acomodar as malas na bagageira do autocarro. É comum o rapaz pedir uma gorjeta ou até mentir, e dizer que aquele serviço (guardar a mala) tem um custo de 5 euros. Ora, como deves imaginar, isto é mentira. Se te sentires confortável, bate com o pé e não pagues nada. Se preferires, dá uma pequena gorjeta, mas não te acredites nos preços que te dizem.
  • Há várias estações de autocarro no Cairo. Procura sempre a estação “Tahir”. As restantes opções (Nasr City, 6th October) ficam bastante longe da área metropolitana de cidade e obrigam-te a apanhar outro transporte até ao centro.

Cruzeiro

O cruzeiro é a forma mais privilegiada de viajar no Nilo. O Egito desenvolveu-se em torno do rio e, desde sempre que o turismo se fez a partir de grandes e luxuosos cruzeiros.
Esta é a forma mais utilizada pelos turistas e provavelmente aquela que está mais bem desenvolvida do ponto de vista turístico.

Porém, é uma forma de viajar muito mais cara e que confere menos liberdade (a viagem está já planeada e as paragens nas cidades têm tempo contado). É uma forma diferente de viajar.

Há quem opte por fazer um pequeno cruzeiro, de dois ou três dias, entre Luxor e Aswan, em vez de toda a viagem. Pode ser uma boa ideia para quem queira ter a experiência de viajar num cruzeiro a preços imbatíveis.

Carro

Alugar carro não é uma boa ideia no Egito. Dentro das cidades, o trânsito é caótico e as regras de trânsito são uma autêntica utopia. Já entre várias cidades, existem vários checkpoints militares, que servem de controlo. A menos que saibas falar árabe, pode ser difícil conseguir comunicar.

Escolta militar no Egito

Em algumas zonas mais turísticas, como na zona do Monte Sinai ou em Abu Simbel, as viagens de autocarro são realizadas sob escolta policial e existem múltiplos checkpoints ao longo de todo o caminho. Estas medidas podem sugerir alguma insegurança mas, na verdade, é precisamente o contrário. Os militares estão lá para proteger os turistas e para garantir que tudo acontece da forma prevista. No fundo, é uma medida de segurança.

Estás a planear uma viagem ao Egito?

Este Guia de Viagem, no formato de e-book, inclui toda a informação necessária para organizares uma viagem ao Egito de forma independente. Aqui vais poder encontrar a informação necessária para planeares a tua viagem (qual a melhor forma de chegar ao país, que meios de transporte utilizar, em que tipos de alojamento ficar).

Inclui ainda roteiros específicos para visitares os melhores destinos do Egito (Cairo, Luxor, Aswan, Hurghada, Deserto Branco, Alexandria Monte Sinai) e três sugestões de itinerário para vários dias (10, 14 e 21 dias).

Além disso, está adaptado para viajar durante a pandemia. Inclui recomendações práticas e sugestões de laboratórios certificados onde podes fazer o teste à COVID-19.

Outros artigos que te possam interessar sobre o Egito:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top