Foz do Arelho – Roteiro completo para visitar

A Foz do Arelho é uma pequena vila costeira que merece ser visitada
A Foz do Arelho é uma pequena vila costeira que merece ser visitada

A Foz do Arelho é uma pequena vila pertencente ao município das Caldas da Rainha. Situa-se na região Oeste, junto à orla costeira, a 10 minutos de carro da cidade das Caldas. Tive o prazer de visitar este recanto do nosso país durante o fim de semana prolongado do mês de Agosto. Apesar da maior confluência de pessoas natural nesta altura do ano, achei a Foz do Arelho um lugar encantador. A vila piscatória, povoada por pequenas casas caiadas de branco, bem junto à Lagoa de Óbidos perfazem o cenário ideal para quem busca um pouco de descanso, longe dos holofotes turísticos do país. Ficamos apenas três dias completos nesta região, o que me pareceu suficiente. Neste artigo vou apresentar um roteiro completo sobre o que ver e fazer na Foz do Arelho, bem como quais os melhores locais para comer e pernoitar.

O que fazer na Foz do Arelho

Experimentar a Praia da Foz do Arelho

A Praia da Foz do Arlho fica junto a marginal

A Praia da Foz do Arelho caracteriza-se pelo seu largo areal contornado pela avenida marginal, repleta de restaurantes e esplanadas. A praia é muito procurada pelos amantes de surf, mas não só. Também aqui é possível encontrar grupos de famílias e amigos, a aproveitar o melhor que a época balnear tem para nos dar. É nesta praia que se encontra a foz da Lagoa de Óbidos, e não a foz do Rio Arelho, como seria presumível pensar. Quando a maré está baixa, é possível atravessar a zona da Foz até à Praia do Bom Sucesso.  

Desfrutar da Lagoa de Óbidos

A lagoa de obidos é um dos ex libris da vila
A lagoa de obidos

As margens da Lagoa de Óbidos são muito procuradas por quem tem crianças ou quem prefere um ambiente mais calmo e relaxado. O nível de água da Lagoa sobe e desce consoante as marés do mar, pelo que poderá haver alguma corrente. Ainda assim, a temperatura da água é mais agradável e a água é mais calma para quem gosta de ir a banhos. As margens da Lagoa de Óbidos estendem-se até à freguesia do Nadadouro, pelo que há várias estâncias balneares ao longo das margens. É também aqui que se praticam muitos desportos náuticos desde Windsurf, Kayak ou Stand Up Paddle (SUP). Nós experimentamos SUP e adoramos. Recomendamos a empresa com quem fizemos, a Intertidal. O aluguer da prancha, para 2 pessoas, por 1 hora ficou por 12,50€. Achei o preço bastante acessível.

Dica: Apreciar o pôr do sol da Lagoa de Óbidos é uma experiência imperdível.  

Fazer os Passadiços das Arribas da Foz do Arelho

Fazer-os-passadiços-da-Foz-do-Arelho
Fazer-os-passadiços-da-Foz-do-Arelho

Estes passadiços, edificados em 2016 por Nadia Schilling, oferecem a oportunidade ideal para explorar as paisagens da costa atlântica. Ao longo de 800 metros, estes passadiços atravessam algumas das mais belas arribas e falésias da região. Em dias de céu limpo é possível ver a península de Peniche e a ilha das Berlengas do lado esquerdo, e a baía de S. Martinho do Porto do lado direito. Os pontos altos do passeio são as paisagens, o cheiro a maresia e o som das ondas e gaivotas que circulam no ar.

Aconselho fazer este percurso ao fim do dia, para que possas assistir ao pôr do sol. O acesso aos passadiços é gratuito e pelo menos uma hora é necessário para atravessar toda a sua extensão com calma.

Curiosidade: Os Passadiços das Arribas da Foz do Arelho foram seleccionados para entrar no livro “Atlas of the World Landscape Architectyre”, de Markus Sebastian Braun e Chris van Uffelen.

Dar um passeio pela vila

a vila

A vila da Foz do Arelho é relativamente pequena e, de facto, não tem muito para ver. É atravessada pela N360, onde se situam os principais cafés e restaurantes da região. Ainda assim, acho que vale a pena deambular pelas ruas secundárias e admirar as casinhas, que são tão diferentes para quem está habituado à arquitetura nortenha, como é o meu caso. Junto à farmácia, há um pequeno largo, com um coreto e algumas esplanadas, bastante concorridas à noite, para beber um copo ou comer um gelado.  

Conhecer a história do Penedo Furado

O-penedo-furado

O Penedo Furado é um dos ex-libris da região, que praticamente me passou ao lado durante a minha visita. Encontrei o Penedo por acaso, quando estava à procura de um bom lugar para assistir ao pôr do sol. Seja como for, o Penedo Furado é, tal como o nome indica, um Penedo do período jurássico, quando o mar banhava esta zona do interior, perto de Nadadouro. É procurado pelos turistas pela sua forma inusitada e pelos traços de erosão.

Outros locais que poderás visitar na Foz do Arelho são a Casa Museu Dr. Jaime Umbelino e a Quinta de N. Sra. De Guadalupe. Junto à avenida marginal, está também um Centro de Interpretação da Lagoa de Óbidos que poderá valer a pena conhecer.

Onde dormir na Foz do Arelho

Durante a nossa estadia na Foz do Arelho, ficamos a dormir no Foz Surfacamp, um hostel com quartos duplos com casa de banho privada. O alojamento fica no centro da vila e tem preços bastante acessíveis. A cozinha comunitária é uma boa opção para preparar algumas refeições. O alojamento oferece também a possibilidade de fazer aulas de surf.

Outras opções de alojamento da Foz do Arelho incluem o hotel INATEL, possivelmente o mais conhecido da vila, bem como a Casa Lagoa e a Casa do Miguel.

O que comer na Foz do Arelho

O restaurante mais conhecido da Foz do Arelho é, sem dúvida, o Restaurante Tibino. Esta é a opção ideal para tapas e petiscos de mar. Nós, por acaso, decidimos experimentar o tornedó e devo dizer que não fica nada atrás. Convém fazer reserva, especialmente ao fim de semana ou durante o mês de Agosto. O Cais da Praia também é uma boa opção, tanto para jantar como para almoçar. Nós fomos ao jantar e gostei muito do serviço.

Restaurante Tibino
Tornedó no Restaurante Tibino

Ainda na marginal da Foz do Arelho, e para almoços mais rápidos e práticos, sugiro o 7º vaga, tem excelentes tostas, e o Coco Veggie e Tal, com muitas opções vegetarianas deliciosas.

Mas o melhor restaurante que experimentamos não fica na Foz do Arelho, mas sim na aldeia de Guisado, a 15 minutos de distância, de carro. Estou a falar do Solar dos Amigos, um restaurante peculiar que entrou para o meu top 10 de restaurantes preferidos. Nós experimentamos o Bife à Forcado e foi da melhor carne que já comi na minha vida. O restaurante está sempre cheio, apesar de ter uma lotação de 200 pessoas, por isso convém marcar com alguma antecedência. Tudo foi perfeito nesta experiência – desde o atendimento, ao espaço, à qualidade dos alimentos, tudo, tudo. Recomendo muito. É um restaurante para voltar.

Bife à Forcado no restaurante Solar dos Amigos
Bife à Forcado no restaurante Solar dos Amigos

E pronto, cá estão as minhas dicas para uma visita à Foz do Arelho. Espero que te sejam úteis e que desfrutes deste lindo recanto do nosso país!

Outros artigos que te possam interessar:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top