Bolhas nos pés no Caminho de Santiago – Como prevenir

Cuidados de Saúde no Caminho de Santiago
Cuidados de Saúde no Caminho de Santiago

Fazer o Caminho de Santiago é uma experiência bastante exigente, tanto em termos físicos como psicológicos. O corpo é o nosso instrumento de caminhada e, por isso, devemos tratar dele e cuidá-lo. O primeiro passo para evitar problemas de saúde passa precisamente por preveni-los. E é isto que te trago neste artigo – um conjunto de dicas para evitar as bolhas nos pés no Caminho, bem como outras recomendações relacionadas com a saúde.

Previne as maléficas bolhas nos pés no Caminho

Santiago de Compostela Caminho central português informação prática
Qual-a-melhor-época-para-fazer-o-Caminho-de-Santiago

As bolhas nos pés no Caminho são, sem dúvida, a maior dor de cabeça de qualquer peregrino. Estas surgem devido ao acumular de quilómetros e podem ser bastante incomodativas e dolorosas. Mas, há como as prevenir.

Durante o meu Caminho, fiz mais de 200 km sem ganhar uma única bolha, mas com vários cuidados e com uma “rotina de pés” bem delineada. Aqui vão as minhas recomendações.

Rotina diária para evitar as bolhas nos pés no Caminho:

1. De manhã, antes de começar a caminhada, coloca bastante Vaselina nos pés ou Compeed Stick Antibolhas. Vai ajudar-te a aguentar a fricção;
2.Quando fizeres uma paragem mais prolongada, tira as sapatilhas, deixa os pés a arejar e volta a colocar mais um pouco de Vaselina;

3.No final do dia, e depois de um banho retemperador, aplica Voltaren nos pés e  pernas e deixa-os a arejar, numa posição vertical;
4.Durante a noite deixa as sapatilhas de lado e opta por utilizar um par de chinelos, para deixar os pés respirar.

Utiliza um par de sapatilhas que esteja adaptado ao teu pé

Como prevenir as bolhas nos pés durante o Caminho
Como prevenir as bolhas nos pés durante o Caminho

Um dos principais erros do peregrino é comprar um par de sapatilhas novo para fazer o Caminho. Sapatilhas novas não estão moldadas para o formato do nosso pé e, como tal, é certinho que vão originar bolhas.

O ideal é utilizar um par de sapatilhas “usadas”, bem moldadas aos nossos pés e com as quais nos sintamos confortáveis. É a melhor coisa que podes fazer para prevenir bolhas nos pés no Caminho

Caso queiras comprar um par de sapatilhas novas, aconselho-te a fazê-lo com o máximo de antecedência possível. Assim terás tempo suficiente para te habituares a elas.

Utiliza um par de meias adequado para evitar bolhas nos pés

Podes poupar em muita coisa, durante o Caminho, mas não deixes de comprar um par de meias apropriadas para o desafio! Existem vários tipos de meias de trekking e, entre estas, existe um tipo de meias muito específico, que são as meias antibolhas (com fibra coolmax).

Eu comprei estas, na Decathlon, e não me arrependo. São um pouco caras, mas compensa o investimento. Não te vais arrepender e de certeza que te vão ajudar a prevenir o aparecimento de bolhas nos pés no Caminho.

É importante ter preparação física

Capa - Albergue de Peregrinos do Caminho de Santiago

Para fazer o Caminho de Santiago é importante ter alguma prática no que toca a caminhadas de longa distância. O percurso implica uma média de 20 a 25 km de por dia, em registo de caminhada e com o peso da mochila. É algo bastante exigente, para o qual não estamos preparados. A menos, claro, que pratiques desporto diariamente.

Assim, é recomendável fazer algumas caminhadas antes de iniciar o Caminho, com extensões diferentes e incluindo algumas variantes como subidas, descidas, piso terreno, piso de montanha etc.

Mas não te desmotives! Durante o meu Caminho, cruzei-me com um casal de amigos de 60 anos que estavam a fazer o Caminho sozinhos. Treinaram, prepararam-se devidamente, e conseguiram!

Leva pouco peso na mochila

A-história-do-Caminho-de-Santiago
Qual-a-melhor-época-para-fazer-o-Caminho-de-Santiago

Outro aspeto muito importante tem a ver com o peso que levamos na mochila. Não te esqueças que tudo o que levares, vais carregar às costas, com um aumento de carga direto sobre os teus pés.

Recomendo-te a levar apenas o essencial e a carregar apenas cerca de 5 a 7 kg. Não te esqueças de que, nos albergues, há máquinas de lavar e secar a roupa.

Neste artigo podes encontrar uma lista com os essenciais sobre o que levar na mochila, bem como uma lista daquilo que é desnecessário!

Faz muitas paragens e não te deixes chegar ao limite

Livro Santiago - A história inusitada de uma rapariga e um cão pelo Caminho de Santiago 4

É importante conhecer o nosso corpo e saber parar quando ele precisa. É preferível fazer várias paragens rápidas, do que “aguentar só mais um bocadinho” até nos sentirmos completamente exaustos.  O descanso é meio sustento.

Faz uma alimentação equilibrada

Alimentação equilibrada
Faz uma alimentação equilibrada … mas não deixes de experimentar os famosos pratos da Galiza, como os Pimentos Padrón
Ou o arroz de paella, uma delícia!

Não tenhas medo de comer

Vais sentir fome muitas mais vezes do que o habitual, mas é normal. O gasto energético diário de um peregrino é enorme e, por isso, é de esperar que sintas mais fome. Come À vontade, lembra-te que estás a gastar!

Bebe muita água

A água é absolutamente imprescindível durante o Caminho. Leva um cantil contigo e abastece-o sempre que encontrares uma fonte. Nunca te deixes ficar sem água, especialmente no dia em que fizeres a Labruja, já que não há fontes de água durante a subida!

Opta por comer várias vezes ao longo do dia

Em vez de fazer uma refeição farta que te vai deixar demasiado cheio e com sono, opta por fazer várias refeições leves ao longo do dia. É uma forma de alimentar constantemente o teu corpo, sem te sentires pesado.

Leva fruta, barrinhas energéticas e frutos secos

São excelentes alimentos para te saciar, ao mesmo tempo que são muito nutritivos.

Procuras inspiração para fazer o Caminho?

Livro Santiago - A história inusitada de uma rapariga e um cão pelo Caminho de Santiago
Livro Santiago – A história inusitada de uma rapariga e um cão pelo Caminho de Santiago

Depois da minha aventura no Caminho de Santiago, acabei por escrever um livro sobre esta jornada. Vivi tantas experiências enriquecedoras e conheci pessoas tão inspiradoras, que achei que esta história não podia ficar guardada só para mim. Neste livro partilho as peripécias que vivi, e que até me levaram, imagine-se, a adotar este patudo!

Precisas as melhores dicas para fazer o Caminho?

Guia de Viagem – Santiago de Compostela, Caminho Central Português
Guia de Viagem – Santiago de Compostela, Caminho Central Português

Deixo-te aqui uma sugestão para organizares a tua jornada no Caminho de Santiago. Este é um e-book que eu escrevi, baseado na minha experiência, onde poderás encontrar todas as informações práticas, dicas e sugestões para fazeres o Caminho Central Português. São 68 páginas de informação! Espero que te seja útil 🙂

Outros artigos que te possam interessar:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top