Albergues de Peregrinos no Caminho de Santiago

Os vários tipos de albergues no Caminho de Santiago
Os vários tipos de albergues no Caminho de Santiago

Ao longo do Caminho de Santiago existem inúmeras ofertas no que toca ao alojamento. Em cada etapa vais encontrar uma panóplia de opções, desde albergues públicos, hostels, hotéis e até apartamentos privados. O mais comum são, sem dúvida, os albergues públicos – não só porque são mais baratos, mas também pelo espírito de apoio e entreajuda que neles se faz sentir. Dizem os experts que um peregrino deve ficar, pelo menos uma noite, num albergue público, para viver a experiência. Neste artigo vou mostrar-te os tipos de albergues de peregrinos que existem ao longo do Caminho e quais as diferenças entre eles.

Albergues de Peregrinos Públicos

Etapa 8 Caldas de Reis Padrón
Caminho de Santiago Etapa 4: Tui - O Porriño

Os albergues públicos são unidades de alojamento específicas para receber peregrinos do Caminho de Santiago de Compostela. São geridos, normalmente, pelas autarquias ou por instituições religiosas daquela localidade. Por norma, cada etapa dispõem de um albergue público.

O que esperar de um albergue público?

Albergue Público
Albergue Público. Fonte – Albergues del Camino

Este tipo de alojamento oferece as condições básicas para um peregrino pernoitar – uma cama, geralmente num beliche, casa de banho com duche, cozinha comunitária e espaços de convívio comuns. Alguns oferecem um lençol descartável, mas nem todos. Por isso, é importante levar um saco de cama e toalha de banho. Se tiveres dúvidas sobre o que levar, lê este artigo. Lembra-te também que os albergues públicos têm uma hora de encerramento, entre as 22h/23h, momento a partir da qual as portas se fecham.

As condições dos albergues públicos são muito simples e, por isso é importante gerir as expectativas. Um albergue público em nada se assemelha a um hotel e é importante ter isto em mente. Por norma, os dormitórios são grandes e acomodam entre 30 a 50 camas, pelo que é possível que não tenhas a noite mais retemperadora da tua vida. Porém, há um espírito de peregrino muito forte e os albergues são o lugar ideal para conhecer outros peregrinos e conviver um pouco.

Quanto custa pernoitar num albergue público?

Santiago de Compostela Caminho central português informação prática

O preço de pernoita para um albergue público é relativamente baixo e é quase sempre inferior ao valor praticado nos albergues privados. De uma forma geral, o valor pode ir até aos 10€ por noite. Alguns albergues funcionam por sistema de donativo, em que cada peregrino dá o valor que entender. Tal não significa que é gratuito.

Para ficar num albergue público, preciso de provar que sou peregrino?

A história do Caminho de Santiago

Sim, apenas peregrinos podem ficar em albergues públicos. Por este motivo, é necessário apresentar a Credencial de Peregrino no momento de check-in. Se não tiveres Credencial, não és elegível como peregrino e, por isso, não poderás lá dormir.

Vê neste artigo como podes obter a Credencial de Peregrino.

Posso reservar com antecedência uma noite num albergue público?

Clima-Qual-a-melhor-altura-para-fazer-o-Caminho-de-Santiago

Não, os albergues públicos não aceitam reservas. O sistema de admissão funciona por ordem de chegada. Porém, há que ter em atenção que existe uma ordem de prioridades – peregrinos a pé com alguma limitação física têm prioridade, seguindo-se os peregrinos a pé sem problemas de saúde, peregrinos a cavalo, peregrinos de bicicleta e, por fim, peregrinos com carro de apoio.

Ou seja, se chegares às 14h de bicicleta, terás de esperar até uma determinada hora, geralmente 19h/20h da noite, até saberes se tens ou não lugar garantido no albergue.

Para quem estiver a pensar fazer o Caminho durante a época alta, este pode ser um fator importante – nestes casos, convêm começar a caminhar bem cedo, por forma a garantir um lugar no albergue público.

Dicas:

  • Não te esqueças de levar uma venda para os olhos e uns tampões para os ouvidos. Estes dois itens essenciais para quem vai pernoitar num dormitório com mais de 30 pessoas!
  • Uma sugestão poderá ser alternar entre albergues públicos e privados, e assim usufruir do melhor dos dois mundos.

Albergues de Peregrinos Privados

A-história-do-Caminho-de-Santiago
Qual-a-melhor-época-para-fazer-o-Caminho-de-Santiago

Os albergues privados incluem todo o tipo de alojamentos de gestão particular, com a finalidade de gerar lucros. E aqui cabem os hostels, os hotéis, os apartamentos particulares, etc.

Em cada etapa, e mesmo ao longo da etapa, há vários alojamentos desenhados para receber peregrinos. Os mais comuns são os hostéis, commumente designados por albergues privados – estes incluem cama/ beliche num quarto partilhado com outros hóspedes. Este tipo de alojamento é um pouco mais caro do que os albergues públicos (entre 10 a 20€/ noite), mas também oferece mais e melhores condições, incluindo roupa de cama, toalha, quartos mais pequenos e com lotações menores. Quase todos têm máquina de lavar e secar, o que também é muito útil. Alguns oferecem pequeno-almoço, mediante um pagamento extra, bem como refeições de baixo custo – o chamado “Menu Peregrino”. Apesar de não ser obrigatório, é comum nos albergues privados pedirem a “Credencial de Peregrino”. Geralmente há uma atenção no preço, para quem está a fazer a peregrinação.

Para pesquisar albergues privados podes utilizar a app Camino Ninja, o site Gronze ou, ainda, o clássico Booking.

Para aqueles que necessitam de privacidade e de uma noite de verdadeiro descanso, o melhor será recorrer a hotéis ditos normais, ou pensões, sem ligação específica ao Caminho de Santiago.

Procuras inspiração para fazer o Caminho de Santiago?

Livro Santiago - A história inusitada de uma rapariga e um cão pelo Caminho de Santiago
Livro Santiago – A história inusitada de uma rapariga e um cão pelo Caminho de Santiago

Depois da minha aventura no Caminho de Santiago, acabei por escrever um livro sobre esta jornada. Vivi tantas experiências enriquecedoras e conheci pessoas tão inspiradoras, que achei que esta história não podia ficar guardada só para mim. Neste livro partilho as peripécias que vivi, e que até me levaram, imagine-se, a adotar este patudo!

Precisas de dicas práticas para fazer o Caminho?

Guia de Viagem – Santiago de Compostela, Caminho Central Português
Guia de Viagem – Santiago de Compostela, Caminho Central Português

Deixo-te aqui uma sugestão para organizares a tua jornada no Caminho de Santiago. Este é um e-book que eu escrevi, baseado na minha experiência, onde poderás encontrar todas as informações práticas, dicas e sugestões para fazeres o Caminho Central Português. São 68 páginas de informação! Espero que te seja útil 🙂

Outros artigos que te possam interessar?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top